Inscreva-se para receber nossa newsletter

Dicas para cuidar da saúde mental de crianças e adolescentes na quarentena
O momento atual exige novos conhecimentos, mudanças na rotina, hábitos e prioridades para o equilíbrio emocional de todos da casa.


Este período de isolamento social não está sendo fácil para ninguém e as crianças e adolescentes sentem a tensão dos longos períodos dentro de casa.

As incertezas sobre o futuro podem levar ao aumento do estresse, irritabilidade, tristeza e conflitos familiares. O que pode ser tóxico e prejudicial para o desenvolvimento cerebral e emocional dos filhos.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou um documento científico com orientações para evitar o aumento do estresse nas famílias:

“A curto prazo, pode haver transtornos de sono, irritabilidade, piora da imunidade e medos. Em médio e longo prazo, atrasos no desenvolvimento, transtorno de ansiedade, depressão, queda no rendimento escolar e estilo de vida pouco saudável”, diz o documento em relação aos sintomas do estresse excessivo em crianças e adolescentes.

Com as escolas fechadas os pais precisam se desdobrar entre o trabalho home office, tarefas de casa, educação dos filhos e o autocuidado.

Essa situação inédita exige novos conhecimentos, mudanças na rotina, hábitos e prioridades para o equilíbrio emocional de todos da casa.

Pensando nisso, separamos algumas dicas práticas e de Inteligência Emocional para você cuidar da saúde mental de crianças e adolescentes na quarentena. Confira!


Não é hora de perfeccionismo

O momento atual pede flexibilidade. Esteja disposto a ver as coisas com um olhar mais leve, afinal, o que antes era extremamente importante pode ser diferente hoje. Isso serve tanto para as suas cobranças internas, quanto às cobranças feitas aos seus filhos. Busque olhar para as coisas positivas do seu dia e evite pensar tanto no futuro.


Veja mais: “Entenda como a Inteligência Emocional pode te ajudar durante o isolamento social”


Interação social

Crianças e adolescentes estão acostumadas com ambientes sociais e o isolamento repentino pode levar ao estresse e outros sintomas emocionais.

Por isso, permita que seus filhos troquem experiências com amigos, pessoas que são importantes em suas vidas. As redes sociais são um ótimo recurso para isso, mas, lembre-se que não pode ser em excesso e muito menos prejudicar as atividades escolares do dia.


Dê liberdade

Separe um local da casa para a criança se sentir livre e brincar. Pode ser a varanda do apartamento ou uma cabana bem legal, por exemplo. Para os adolescentes, o quarto se torna um refúgio de privacidade e liberdade. O importante é o equilíbrio!


Veja mais: “Inteligência Emocional: Como lidar com filhos adolescentes?”


A rotina é importante

Faça um planejamento junto com o seu filho, adequando as tarefas de acordo com a idade. Para as crianças, defina horários para brincar, organizar o quarto e os brinquedos, comer, tomar banho, estudar, assistir televisão e claro, ter momentos de liberdade.

Já para os adolescentes, auxiliar nas tarefas de casa, fazer um curso online, tarefas da escola, ficar na internet etc. Em ambos os casos, é importante que você separe um tempo do seu dia para fazerem coisas em conjunto!


Confira as dicas do Rodrigo para cuidar dos seus filhos com Inteligência Emocional!


Meditar ajuda no equilíbrio emocional

Essa prática pode ser algo inédito na rotina da família, então, comece aos poucos. Em qualquer idade isso ajuda na compreensão das emoções e no encontro da tranquilidade. Organize um horário para fazerem isso juntos e respeite o tempo da criança ou adolescente. Não torne essa prática uma imposição.

Em um ambiente calmo, coloque uma música tranquilizante, fechem os olhos e percebam sua respiração, ensine que o silêncio pode ajudar. Você pode encontrar meditações guiadas na internet ou músicas próprias para isso. Depois, conversem sobre como cada um se sentiu e incentive essa prática no dia seguinte.


Veja mais: COVID-19: O que fazer para evitar o aumento da depressão e ansiedade na quarentena?


Brincadeiras e leitura

Existem diversas brincadeiras que podem ser feitas com materiais caseiros. Na internet você encontra como fazer massinhas caseiras, pinturas de algodão, desenhos etc. Isso exercita a criatividade e o desenvolvimento infantil.

Estimule o hábito da leitura! Para os pequenos, leia os livros preferidos deles. Para os adolescentes, você pode separar um momento do dia para lerem juntos.



Gostou das nossas dicas? Então, para que essas informações ajudem outras famílias, compartilhe esse artigo em suas redes sociais ou com seus colegas que também são pais e precisam de equilíbrio nesse momento!

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Existem algumas atividades altamente recomendadas para a melhora e alívio

Leia Mais ►

Identificar o que está causando essa falta de motivação é o primeiro passo para sair desse sofrimento!

Leia Mais ►

O fim de um relacionamento é um processo complicado. Superar alguém depois de uma separação significa o início de um novo capítulo em nossa história de vida.

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter