Inscreva-se para receber nossa newsletter

Entenda como a Inteligência Emocional pode te ajudar durante o isolamento social
Cada emoção é necessária para que possamos coexistir em harmonia com o mundo exterior. E em situações de crise, é essencial compreender cada uma delas.


É nos momentos mais vulneráveis que encontramos a nossa força interior e é também nesses momentos que as nossas emoções ficam mais intensas.

A realidade que estamos vivendo atualmente se encaixa nessa perspectiva. Entretanto, ficar em isolamento social por mais de 50 dias e ainda enfrentar uma pandemia de impacto global ao mesmo tempo… Essa é uma experiência inédita no Brasil.

Mais do que nunca, a Inteligência Emocional se torna uma habilidade essencial para compreendermos os diversos estágios emocionais que enfrentamos durante o dia.

Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio (Uerj) e publicado online pela revista científica The Lancet, constatou que casos de ansiedade e estresse dobraram na quarentena, enquanto os de depressão tiveram um aumento de 90%.

Esse cenário já se repetiu anteriormente em situações de isolamento social, como em 2002 na epidemia de SARS e em 2014 durante o surto de Ebola. É o que aponta uma revisão de pesquisas publicada pela mesma revista.

Fica visível que em situações de crise sentimos um turbilhão de emoções, como frustração, tristeza, ansiedade, preocupação e por aí vai. O que temos de diferente hoje é a notoriedade que a Inteligência Emocional conquistou nas diversas áreas da vida do ser humano.

Então, como podemos nos beneficiar com a compreensão das nossas emoções, história de vida e comportamentos neste período de isolamento social?


Preste atenção no seu corpo e mente

Nossas emoções influenciam diretamente nosso corpo: o batimento cardíaco aumenta, as mãos soam, sentimos cansaço, enxaqueca e outros efeitos físicos. Então, quando uma emoção se tornar latente, repare em como o seu corpo reage e quais foram os gatilhos externos ou internos que fizeram ela surgir.

Esse é o momento de prestar atenção no seu interior, praticar a autoconsciência. Investigue a si mesmo e compreenda cada vez mais esse mundo interno que somente você pode explorar.


Veja mais: “COVID-19: O que fazer para evitar o aumento da depressão e ansiedade na quarentena?”


Pratique a adaptação

Lembre-se que essa situação é temporária, que ela vai passar. Tenha em mente que esse é um momento de adaptação e que você não terá padrões perfeitos e ideais no seu dia a dia. Você vai ter que sair da sua zona de conforto, lidar com novos conflitos, assumir responsabilidades diferentes e ter uma nova rotina.

A capacidade de se adaptar em momentos de rápidas mudanças é necessária para toda a sua vida e em diversos âmbitos, como, por exemplo, em sua carreira profissional.


Trabalhe o autocontrole

Medo, angústia, pensamentos negativos, ansiedade… isso pode levar a uma série de atitudes impulsivas, como compras, alimentação e outros vícios. Por isso, neste momento, trabalhe o seu autocontrole.

Perceba as emoções que você sente e tente evitar que elas se intensifiquem, tomando conta de toda a sua mente e comportamentos. Preste atenção nos estímulos: você está lendo notícias sobre o CoronaVírus sem parar? Você só fala sobre isso?

Ao trabalhar o seu autoconhecimento, a percepção das suas emoções, fica mais fácil identificar o que pode estar alimentando comportamentos prejudiciais no seu dia a dia e, assim, modificá-los.

Não adianta fazer o processo reverso: buscar o equilíbrio inserindo novos hábitos na sua rotina sem conhecer a si mesmo primeiro.


Neste vídeo, Rodrigo responde algumas perguntas sobre como a Inteligência Emocional pode ajudar nos momentos de crise. Confira!


Reveja as suas prioridades

Pensar no futuro é algo muito bom para sonhar, ter metas e objetivos que queremos conquistar, dando uma razão para levantarmos de manhã. Mas, é importante perceber que quando a ansiedade aparece, a mente começa a antecipar o futuro com previsões que quase nunca são boas.

Então, neste momento onde o futuro ainda é incerto e a cada dia lidamos com novas informações, descobertas e acontecimentos, tente focar no momento presente. O que é importante para você agora? É sentir-se bem emocionalmente? Ter uma rede de apoio com seus amigos e familiares? Cuidar da sua saúde? Passar mais tempo com a sua família? Investir em cursos e novos conhecimentos?

Esse é um momento para colocar a sua atenção no agora e rever as suas prioridades. Aquilo que realmente vai te ajudar a enfrentar esse período da melhor forma possível.


Veja mais: “Afinal, o que é Inteligência Emocional?”


Cada emoção é necessária para que possamos coexistir em harmonia com o mundo exterior. Buscar compreender e entender o significado que cada uma delas tem na sua vida vai te ajudar a encarar as situações mais adversas, vivendo em equilíbrio consigo mesmo e com o mundo.

E o equilíbrio não é sinônimo de perfeição, pelo contrário, é maturidade para lidar com o imperfeito.

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Se não estivermos com a nossa saúde mental equilibrada, não conseguiremos lidar com os problemas financeiros que aparecem ao decorrer do caminho.

Leia Mais ►

Entenda como o dinheiro é emocional e confira nossas dicas exclusivas para ter uma vida financeira equilibrada.

Leia Mais ►

Nunca é tarde para se desconstruir, rever crenças, comportamentos e opiniões. Na luta contra o racismo, precisamos fazer isso todos os dias.

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter