Inscreva-se para receber nossa newsletter

© Depositphotos.com / Elnur_ Embora seja normal ficar mal-humorado de vez em quando, o mau humor excessivo pode ser considerado uma doença.

O humor é um dos principais sinalizadores das emoções humanas e, naturalmente, é praticamente impossível estar sempre bem-humorado. Por mais que o indivíduo tente esconder seus conflitos internos, o humor sempre acaba transmitindo a verdade.

Quando uma pessoa está desequilibrada emocionalmente, ela se torna mais pessimista, crítica, agressiva e mal-humorada. A longo prazo, esse estado traz perdas na vida pessoal e profissional, uma vez que o mau humor afeta a motivação, a produtividade e as relações interpessoais. Consequentemente, as pessoas acabam se afastando e o ambiente se torna pesado.

Mau humor pode ser doença?

Muitas pessoas acabam se acostumando com o mau humor e acreditam ser apenas um traço da personalidade, passando a achar que é normal viver irritado ou mal-humorado. O mau humor excessivo, entretanto, pode ser considerado uma doença chamada distimia, um distúrbio psicológico que atinge cerca de 3% da população mundial.

A distimia é uma forma crônica de depressão, apresentando sintomas mais leves que a depressão profunda. Neste caso, a pessoa vive reclamando e enxerga apenas o lado negativo das coisas, fazendo com que a desmotivação e o desânimo se tornem constantes.

Sintomas da distimia

No ambiente de trabalho, a pessoa com distimia apresenta comportamentos desequilibrados que podem prejudicar sua carreira. Os principais são:

  • Falta de prazer nas atividades que antes eram consideradas legais;
  • Desmotivação e falta de energia;
  • Dificuldade para realizar até atividades simples;
  • Perfeccionismo e dificuldade para lidar com erros;
  • Excesso de crítica e autocrítica;
  • Incapacidade de enxergar o lado positivo das situações;
  • Reclamações em excesso e afastamento dos colegas de trabalho;
  • Hábito de fazer fofoca e se envolver com conflitos;
  • Dificuldade para lidar com imprevistos e com a pressão;
  • Sentimento de estar sendo injustiçado;
  • Dúvidas a respeito de todos os elogios que recebe;
  • Crises de raiva e dificuldade para controlar as emoções;
  • Sensação de carregar um peso nas costas;
  • Dificuldades para dormir;
  • Dificuldade de se alimentar de forma equilibrada;
  • Abuso de álcool ou drogas.
  • Tendência de justificar seu mau humor apontando culpados.

Tratamento para distimia

O mau humor pode ser considerado patológico se o indivíduo apresenta a maior parte desses sintomas por mais de dois anos, apontando para um possível quadro distimia. É importante procurar ajuda profissional o quanto antes, pois esse distúrbio pode desencadear um quadro depressivo mais grave.

Vale lembrar que as doenças são uma maneira do inconsciente sinalizar um estado emocional desequilibrado. Por isso, desenvolver a Inteligência Emocional é fundamental para se manter saudável e motivado. Se você quer sair do time dos mal-humorados e vencer a distimia, desenvolva a sua Inteligência Emocional com o Método LOTUS.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Caso você ainda não conheça o significado do termo “mindset”,

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter