Inscreva-se para receber nossa newsletter

Os gatilhos emocionais têm sido muito mencionadas nos últimos tempos. Principalmente nas redes sociais, através dos famosos “alertas de gatilho”. Hoje nós vamos nos aprofundar e entender exatamente o que são eles.

Os gatilhos emocionais são uma resposta mental que temos diante de uma situação ou estímulo que remete à memória de alguma experiência que vivenciamos no passado, e que não superamos. Embora, na maioria dos casos, essa reação seja associada a emoções ruins, ela não está exclusivamente ligada às questões negativas. Por exemplo, a lembrança de passar a tarde na casa da sua avó, e lembrar de sentir o cheiro do café fresquinho que ela está passando. Mesmo depois de anos, quando você sente o cheiro, o gatilho é disparado, e você sente aqueles sentimentos bons que tinha naquele momento.

Como funcionam os gatilhos emocionais?

Infelizmente, os gatilhos emocionais que nos marcam mais, são relacionados às memórias ruins que temos. E eles podem ser despertos por qualquer tipo de estímulo, como um cheiro, um som, uma vista, uma sensação, entre outros. Por exemplo, uma pessoa que quando era criança sofreu muito ‘bullying’, e tinha a sensação de ser humilhado pelas coisas maldosas que as crianças falavam. Quando cresceu, não aprendeu a lidar com esse passado, e em momentos de descontração com amigos, se afeta e se sente completamente desestabilizado por qualquer tipo de brincadeira.

Como os gatilhos emocionais são formados a partir de memórias marcantes, é importante que você entenda que eles são completamente particulares e únicos para cada pessoa. Assim como as reações desencadeadas por eles. Geralmente, as mais comuns são: a ansiedade, depressão, vergonha, angústia, raiva.

Como superar as experiências negativas?

Para dar o primeiro passo, é fundamental que você reflita e busque reconhecer situações em que você respondeu de maneira exacerbada. Somente assim, você começará a enxergar quais são os estímulos que te levaram a disparar seus gatilhos emocionais.

Quando você entende quais são os estímulos, o próximo passo é buscar entender a origem desse gatilho. Ou seja, qual ou quais as memórias marcantes que ainda te afetam no presente.

A partir daí, tudo fica mais claro e mais simples. Você adquiriu o autoconhecimento sobre suas fragilidades e está pronto para começar a busca por ressignificar essas memórias e finalmente superá-las!

Leia também: 5 dicas para superar um trauma do passado

Assista também às dicas do próprio Rodrigo Fonseca, Mentor em Inteligência Emocional, sobre como superar o passado Aqui!

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Hoje, vamos compartilhar com você algumas dicas para economizar, e

Leia Mais ►

Hoje, em comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra, nós

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter