Inscreva-se para receber nossa newsletter

© Depositphotos.com / AndreyPopov Antes de pedir demissão, é muito importante refletir sobre a sua decisão e ter certeza de que esta não é uma ação tomada por impulso.

Ao optar por seu desligamento da empresa, o profissional automaticamente precisa lidar com incertezas, inseguranças, desafios e diversos medos relacionados a seu futuro profissional. Tomar esse tipo de decisão não é uma tarefa simples, e exige muito preparo emocional, planejamento e cautela. Confira algumas dicas para se preparar emocionalmente para este importante momento de fechamento de ciclo.

Dicas para se preparar para pedir demissão

Reflita sobre sua decisão

Pedir demissão não é uma ação que deve ser feita por impulso, especialmente se você estiver de cabeça quente. Não tome nenhuma decisão caso esteja nervoso, cansado ou passando por um período de estresse, pois você pode estar baseando sua escolha em um momento de desmotivação ou chateação causada por um fato isolado.

Pondere sobre seu cargo e sobre as políticas da empresa, avaliando se a situação atual se encaixa em seu perfil profissional. Se você chegar à conclusão de que sua insatisfação não é apenas uma fase ruim e pontual, então opte pelo pedido de demissão.

Prepare-se para uma fase de transição

Se você realmente ponderou cuidadosamente e permanece decidido a se desligar da empresa, está na hora de traçar novos rumos e fazer um planejamento para colocar essa mudança em prática. Sair da zona de conforto sempre é difícil, mas é fundamental que você não tenha medo das mudanças. Encare-as como oportunidades de trazer resultados mais positivos para sua vida.

Tome cuidado com as idealizações

É muito importante entender como anda o seu mercado de atuação e avaliar as possibilidades de recolocação no mercado de trabalho em que você pretende atuar. Caso sua principal motivação para pedir o desligamento tenha sido outra proposta de trabalho, pesquise bastante sobre a nova empresa e tenha em mente que todos os lugares possuem problemas e desafios a serem superados. Ajuste suas expectativas para evitar frustrações futuras.

Leve em conta os aspectos pessoais e familiares

Considere os aspectos de outras áreas da sua vida — como a área afetiva, social e familiar —, procurando entender como essa mudança profissional impactará em sua rotina. Converse com familiares e pessoas próximas para que eles ajudem na sua decisão.

Não feche portas

Pedir para ser demitido pode parecer uma decisão drástica e, assim como qualquer tipo de rompimento, a demissão pode ser um processo doloroso e que traz insegurança. Porém, é preciso ter em mente que nada é definitivo: é sempre possível voltar a trabalhar em uma empresa, desde que o desligamento tenha sido amigável e cuidadoso. Seja claro, firme, exponha seus motivos e mantenha o respeito durante toda conversa. Sair de uma empresa com as portas abertas demostra maturidade e estabilidade emocional no trabalho.

Saia da zona de conforto

A zona de conforto te mantém preso a padrões, freando seu crescimento e impondo limites à sua carreira. Se você tomou a decisão de pedir para ser demitido, é porque chegou o momento de encerrar um ciclo — o que pode ser extremamente libertador. Buscar novas experiências e aceitar novos desafios é fundamental para romper barreiras, aumentar sua criatividade e crescer profissionalmente.

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Caso você ainda não conheça o significado do termo “mindset”,

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter