Inscreva-se para receber nossa newsletter

© Depositphotos.com / HighwayStarz O segredo para combater o bullying nas escolas está no Prasing e começa em casa.

Combater o bullying é cada vez mais urgente, uma vez que essa é uma prática que pode desencadear danos irreparáveis para as crianças e adolescentes que sofrem com esse tipo de situação. Na sexta passada, dia 20 de outubro, mais uma tragédia foi amplamente noticiada pela mídia e chocou todo país.

Um garoto de apenas 14 anos atirou contra os colegas em uma sala de aula em goiânia e só parou graças a coragem da coordenadora da escola, que, com muita sabedoria, desarmou o adolescente.

A tragédia traz luz para um tema que precisa de muita atenção da sociedade em geral. É importante destacar que o bullying é uma das principais causas de suicídio entre jovens em todo mundo. Em agosto de 2016, dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, apontaram que o número de casos de bullying cresceu em comparação à pesquisa anterior, realizada em 2012. Cerca de 46,6% dos alunos entrevistados afirmaram ter sofrido algum tipo de constrangimento na escola.

O bullying pode gerar consequências sérias como agressividade, compulsões, depressão e o desenvolvimento de pensamentos suicidas. É muito importante que os pais ressaltem e estimulem o desenvolvimento da autoestima das crianças, valorizando seus pontos positivos. Familiares e pessoas próximas possuem influência direta na maneira como as crianças irão se comportar na escola.

A importância da Inteligência Emocional na luta contra o Bullying

A inteligência emocional é um pilar importante na luta contra o bullying. Isso porque, o desenvolvimento da inteligência emocional gera uma série de habilidades que permitem um convívio mais ameno com os próprios sentimentos e fomenta o controle das próprias emoções.

Assim, quem é vítima de bullying cria ferramentas para lidar com a situação de maneira mais saudável. Incluir a inteligência emocional no currículo escolar é cada vez mais necessário para prevenir que os casos tão tristes, como esse episódio em goiânia, se repitam. Com o entendimento das próprias emoções e das reações que elas causam, os agressores passam a entender e respeitar o espaço do colega.

A família é essencial na luta contra o bullying

Pensando nesse contexto, a Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional criou um programa para levar a inteligência emocional para as escolas por meio da técnica do Praising – que consiste em elogiar e destacar as qualidades.

Vale destacar que é em casa que os seres humanos dão início à formação de sua personalidade e caráter e, por esse motivo, a Inteligência Emocional precisa ser desenvolvida o quanto antes para que a criança entenda a importância de respeitar o próximo tanto na escola, quanto em qualquer ambiente.

É fundamental ter consciência que o problema não parte do jovem. Afinal, as ações cometidas pelo agressor é resultado de um comportamento aprendido por experiências anteriores e isso, geralmente, acontece em casa.

Desenvolva sua Inteligência Emocional

O bullying pode ser motivado pelo excesso de críticas, pela dificuldade de aceitar as diferenças e por outras situações que remetem à rejeição. A formação dessa criança ou adolescente é o grande ponto para toda questão, e desenvolver a inteligência emocional tanto no ambiente familiar, quanto na escola, é fundamental para formar indivíduos mais equilibrados, seguros de si e saudáveis.

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Caso você ainda não conheça o significado do termo “mindset”,

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter