Inscreva-se para receber nossa newsletter

© Depositphotos.com / SIphotography Quem sempre se coloca como vítima das situações não se sente capaz de enfrentar os desafios da vida, encontrando culpados para justificar seus fracassos.

Todas as pessoas possuem algum tipo de limitação, história de dor e já enfrentaram diversos desafios na vida. Diante dessas situações de dificuldade, o indivíduo pode escolher entre duas opções: se tornar vítima, condicionando sua vida a sentimentos de piedade e dó, ou transformar a dor em motivação para seguir em frente e enfrentar todos os obstáculos internos e externos.

A vitimização consiste justamente no hábito de transformar alguém em vítima, e o termo vale especialmente para quem coloca a si mesmo como vítima das situações. Pessoas que se colocam como vítima frequentemente usam frases como:

  • “As coisas nunca dão certo para mim”;
  • “Sou um azarado”;
  • “A vida é injusta comigo”;
  • “As pessoas são más comigo”;
  • “Ninguém me entende”;
  • “Eu não tenho culpa”;
  • “Eu não queria ser assim”.

O que é a vitimização

Quem se coloca como vítima não se sente capaz de enfrentar os desafios e fazer as mudanças que a vida pede e, por isso, sempre encontra culpados para justificar sua falta de ação e seu fracasso. Tudo o que acontece é culpa de algo ou alguém, menos da própria pessoa vitimizada.

Com esse tipo de atitude, o indivíduo acaba se tornando vítima de sua própria história de vida.

Como nascem as vítimas?

Crianças que só conseguiam a atenção dos pais quando adoeciam, choravam ou se machucavam tendem a se transformar em adultos com hábito de vitimização. Isso acontece porque esses indivíduos aprenderam que é somente por meio do sentimento de dó que conseguirão a atenção das pessoas e serão amadas.

Na vida adulta, a tendência é que a vitimização deixe de ser uma ferramenta utilizada com os pais, e o indivíduo passa a se fazer de vítima para seus chefes, amigos, parceiros e filhos.

Como parar de ser vítima de sua própria história

Assuma seu poder

Se o que acontece na sua vida não é responsabilidade sua, você também não tem o poder de mudar. Pensando assim, fica claro o quanto você fica dependente e vulnerável quando não assume a responsabilidade pelas coisas que acontecem na sua vida.

Aprenda com as adversidades

Encontre o aprendizado por trás das suas dores. Entenda que a vida não é feita apenas de bons momentos, que as pessoas não são perfeitas e que nem sempre as coisas serão como você deseja. É preciso coragem para enxergar o lado escuro da vida sem perder a consciência de que todo acontecimento tem uma lição importante.

Método LOTUS

Se você quer deixar de ser uma vítima e assumir as rédeas de sua vida, precisa encontrar formas mais saudáveis de obter o amor e a atenção das pessoas, abandonando a necessidade de ser um coitado. Para isso, é preciso olhar para a sua história de vida, identificar os sentimentos e padrões de pensamento que estão por trás dos seus comportamentos e rever seus programas emocionais limitantes.

No Método LOTUS você descobre como alcançar a maturidade emocional na prática. São dois dias de imersão que proporcionam um mergulho interior capaz de transformar a forma de viver as suas emoções e a sua vida.

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

As crianças e adolescentes sentem a tensão dos longos períodos dentro de casa. Então, confira nossas dicas para cuidar da saúde mental neste momento.

Leia Mais ►

Como podemos nos beneficiar com a compreensão das nossas emoções, história de vida e comportamentos neste período de isolamento social? Confira.

Leia Mais ►

É preciso fazer algumas modificações na maneira como você lida e conversa com seus filhos adolescentes. Descubra como através da Inteligência Emocional!

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter