Solidão: como lidar com a frustração em passar o natal sozinho

Publicado em: 18/12/2017 Por: Redação SBie

© Depositphotos.com / Wavebreakmedia pessoas que estão passando por um momento difícil ou estão com estado emocional desequilibrado, o natal pode ser um período complicado.

O natal costuma ser associado à alegria, troca de presentes e a família reunida em uma mesa cheia de pratos típicos. Porém, para algumas pessoas, as festas de fim de ano vêm acompanhadas de muita angústia, frustração e solidão.

No Centro de Valorização da Vida (CVV), uma organização que oferece apoio emocional e prevenção do suicídio 24 horas por dia, o número de ligações recebidas costuma aumentar em média 15% no mês de dezembro.

Segundo dados do instituto nacional de saúde dos EUA, o número de registro de suicídios e tentativas também aumenta no país norte-americano. Muitos fatores podem contribuir para que algumas pessoas fiquem deprimidas e sintam-se solitárias no natal e, se este é seu caso ou você conhece alguém que passa por isso, é importante compreender o que pode estar por trás desses sentimentos.

O natal celebra o nascimento de jesus, uma comemoração religiosa que praticamente impõe a obrigatoriedade de um clima de paz, amor e união. Espera-se que este seja um momento de perdoar conflitos e fortalecer laços com familiares, amigos e colegas de trabalho.

Na prática, porém, não são todas as pessoas que conseguem passar por cima das diferenças e esquecer as situações dolorosas apenas para seguir o protocolo de natal. Isso pode fazer com que o indivíduo se sinta fora do contexto e essa sensação pode gerar melancolia e depressão nesta data comemorativa.

Pessoas que estão vivendo algum momento difícil ou estão com o estado emocional desequilibrado, a data pode ser ainda mais delicada. Isso porque existe uma pressão social para que todos coloquem um sorriso no rosto e estejam felizes, e quem está passando por problemas pode sentir que é incapaz de fazer isso, ficando ainda mais deprimido e solitário.

Quais as causas que mais geram depressão no natal?

É no final do ano que começamos a ver quantos projetos e metas não foram realizados, aumentando o sentimento de incapacidade, insegurança e culpa. Junto com isso, vem o medo de não conseguir realizar as metas do próximo ano e a baixa autoestima, que acabam causando uma frustração ainda maior. Muitas vezes, essa sensação pode ocasionar um certo isolamento.

Uma causa bastante comum para que algumas pessoas prefiram ficar sozinhas no Natal é o medo da rejeição, em um momento em que as pessoas trocam afeto, presentes e se unem, muitas pessoas podem ser dominadas pelo medo de não receber presentes, de não estar perto dos familiares e de não ser importante para ninguém. Com isso, se deprimem e acabam se isolando.

Os traumas do passado e as frustrações de infância também são dores que estão presentes em diversas pessoas e acentuam nesta época do ano. Passar a data sozinho, perder um ente querido no período de natal ou brigas de família, são alguns traumas que ficam marcados e acabam sendo associados à data. Com a proximidade do natal, esses traumas vêm à tona.

Como a Inteligência Emocional pode ajudar a enfrentar a solidão?

Existem muitos fatores que contribuem para que uma pessoa se sinta triste ou depressiva no fim do ano. Caso você esteja passando por isso, aproveite essa data para cuidar das suas emoções e entender quais os gatilhos que geram esse desconforto.

Por mais dolorosas que sejam as lembranças passadas que remetam ao natal, é sempre possível ressignificar traumas e enxergar essa data sob outra perspectiva. Conheça o Método LOTUS, um treinamento de imersão que possibilitará que você ressignifique traumas relacionados ao Natal e as festas de fim de ano.

Translate »