O que significa QE e por que ele pode ajudá-lo a ter sucesso

Publicado em: 21/05/2015 Por: SBie

 

Durante muito tempo, o potencial de uma pessoa para alcançar o sucesso era medido por seus conhecimentos matemáticos, seu raciocínio lógico, além de suas habilidades cognitivas e espaciais. Esse era o tão famoso Quociente de Inteligência (QI). Mas esse quadro mudou drasticamente na década de 90, com a discussão em torno do conceito de inteligência emocional, reforçando que ser emocionalmente inteligente é a principal característica para alcançar o sucesso.

Mas será mesmo que o Quociente Emocional (QE) é mais importante que o QI? A falta de inteligência emocional pode ser responsável pelo insucesso das pessoas tanto na vida pessoal como na profissional? Pois continue lendo o nosso artigo e descubra agora mesmo:

O que realmente significa QE?

Você já sabe que o QE é uma sigla que identifica o Quociente Emocional, mas o que isso realmente quer dizer? Pois QE nada mais é do que o conjunto de habilidades emocionais — como autocontrole, empatia, autoestima, autoconfiança, afabilidade, automotivação, resiliência, autoconhecimento e outros traços pessoais — que ajudam no desempenho individual e facilitam os relacionamentos interpessoais. Em outras palavras, o QE se refere à capacidade que as pessoas têm para perceber, controlar, avaliar e expressar emoções.

Do que é composto o QE?

O Quociente Emocional é composto por dois tipos de inteligência: a intrapessoal e a interpessoal. Dentro dessas inteligências, é preciso reunir 5 características básicas que formam um bom QE. São elas:

  1. Autoconhecimento emocional: diz respeito a conhecer os próprios sentimentos e emoções quando eles ocorrem;
  2. Controle emocional: habilidade para lidar com os próprios sentimentos, adequando suas reações a cada situação;
  3. Automotivação: consiste na capacidade de dirigir as emoções, os sentimentos e os esforços a serviço de um objetivo maior;
  4. Empatia: reconhecimento das emoções em outras pessoas, habilidade para se colocar no lugar do outro e reagir de acordo com o que é percebido no próximo;
  5. Sociabilidade: basicamente a habilidade de desenvolver relacionamentos interpessoais amigáveis, produtivos, respeitosos e saudáveis.

O QE é mais importante do que o QI?

Não se pode desconsiderar a importância do QI, afinal, o raciocínio lógico, as habilidades matemáticas e o potencial cognitivo de cada um podem ter influência direta no sucesso. Entretanto, há fortes indícios de que o QE é, de fato, mais relevante. Não é à toa que grandes gênios fracassam e pessoas com um QI modesto se tornam super bem-sucedidas. Agora tudo fez sentido, não é mesmo?

Por que tentar elevar seu QE?

Quem almeja o sucesso, não pode, por um minuto sequer, desconsiderar a importância do QE, afinal de contas, uma vida equilibrada e uma carreira bem-sucedida andam lado a lado com a inteligência emocional. Assim, o QE impacta a boa convivência no trabalho, as relações familiares, os projetos pessoais e a formação do networking. Viu como é mais que preciso buscar elevar continuamente o Quociente Emocional?

Pois agora comente aqui e nos conte se você se considera uma pessoa emocionalmente inteligente ou ainda falta um longo percurso para desenvolver melhor seu QE! Com que características se identificou e em que pontos precisa melhorar? Compartilhe suas impressões e experiências conosco! Participe!

Translate »