O que é Inteligência Emocional?

Publicado em: 18/12/2015 Por: Equipe SBie
desenho de cérebro com coração no meio

O controle emocional é fundamental para uma vida bem-sucedida, equilibrada e feliz. O desenvolvimento da Inteligência Emocional garante que as pessoas possam tirar melhor proveito do que o mundo oferece, conquistando um sentimento de plenitude em relação à vida.

Nesse sentido, o treinamento de Inteligência Emocional oferecido pela Sbie tem sido cada vez mais procurado por pessoas que buscam equilíbrio e realização. Como consequência, é natural que surjam diversas dúvidas em relação a esta experiência intensa e tranformadora.

Dúvidas comuns sobre a Inteligência Emocional

As perguntas abaixo foram respondidas pelo fundador e presidente da SBie, Rodrigo Fonseca, que treina as emoções há mais de 18 anos.

O que é Inteligência Emocional?

A Inteligência Emocional é uma somatória de habilidades que tornam as pessoas capazes de administrar as pequenas e grandes adversidades que a vida impõe, de modo a aceitar e perceber as emoções e redirecioná-las para obter melhores resultados e relacionamentos.

Como utilizar a Inteligência Emocional em seu favor?

Quando as pessoas têm a oportunidade de conhecer suas emoções, se tornam mais compreensivas consigo mesmas e com os outros. Como consequência, se tornam pessoas mais felizes e capazes de contribuir com a felicidade das pessoas a seu redor.

Usar as emoções para impulsionar mudanças e realizações é utilizar a Inteligência Emocional em seu favor.

Quando começar a desenvolver a Inteligência Emocional?

Quando um bebê nasce, ele é como uma folha em branco: sem informações, sem registros. Durante a fase de formação da personalidade — que vai do nascimento aos sete anos —, esta criança recebe milhares de informações que ficam armazenadas no seu inconsciente.

Depois dos sete anos, todos os seus pensamentos, sentimentos e comportamentos são baseados nesta formação. Portanto, o momento crucial para formar um ser humano emocionalmente saudável vai desde o momento que os pais tomam consciência que estão “grávidos” até os dois primeiros anos de vida, quando está sendo formada a base da estrutura física e emocional da criança.

Um prédio com um bom alicerce é o segredo para suportar os desgastes naturais do tempo. Entretanto, mesmo quem não teve pais com essa “consciência emocional” pode acessar seu banco de dados emocional em qualquer momento da vida e reavaliar quais desses Programas Emocionais ainda são úteis e quais precisam ser alterados.

Infelizmente, por falta de conhecimento e maturidade emocional, este momento de reavaliação é adiado, e muitas pessoas demoram dezenas de anos para perceber a importância deste conhecimento.

Como surgiu a Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional?

Fundada em 1999, a Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional (SBie) tem o objetivo de desenvolver a Inteligência Emocional em todas as esferas da vida, incluindo escolas, famílias, organizações e comunidades.

Muito mais que uma Sociedade em que as pessoas podem se conectar e contribuir, a SBie proporciona uma experiência única. A experiência proporcionada pela Sbie traz uma nova dimensão ao mundo da performance humana, gerando mudanças por meio de técnicas e ferramentas de forte impacto emocional. Trata-se de uma experiência única que alia profundo autoconhecimento, descobertas, amor, gratidão, conexão e contribuição.

Nosso objetivo é ajudar o ser humano a direcionar melhor cada uma das suas emoções — que são cada vez mais canalizadas apenas para gerar conflitos, problemas e doenças físicas e mentais.

Como é possível treinar a Inteligência Emocional em apenas três dias?

Quantos pais orientam seus filhos sobre como reconhecer e usar as emoções? Você conhece alguma escola ou faculdade que ensine como lidar com as emoções? Certamente não.

Entrar em contato com os nossos quatro sentimentos básicos — medo, tristeza, raiva e alegria — é treinar a Inteligência Emocional na prática. Mas como treinar isso se nós aprendemos, desde pequenos, que sentir raiva, medo ou tristeza é errado ou sinal de fraqueza?

É justamente pensando nisso que a Sbie trabalha a capacidade emocional ao longo dos três dias de treinamento. Para isso, são aplicadas dinâmicas e vivências que fazem os participantes acessarem suas emoções reprimidas, vivenciando-as e aprendendo a lidar com elas.

Uma pessoa entra no treinamento de que forma, e como ela sai?

A maioria das pessoas procura o treinamento de Inteligência Emocional porque quer mudar algo em suas vidas e não sabe como, ou não conseguem colocar em prática as ações que propõem para suas mudanças. Uma pequena parcela é levada pela curiosidade.

O que os participantem dizem, e nós da Sbie percebemos, é que todos saem muito mais leves do que chegaram, como se tivessem tirado um peso que carregavam em suas costas por anos. E isso acontece porque elas aceitam e reconhecem o poder de suas emoções.

Um dos maiores aprendizados que as pessoas levam do Treinamento é que podem usar cada uma de suas emoções a seu favor e que podem reinterpretar Programas Emocionais que antes os levavam a repetir comportamentos e sentimentos de forma automática e compulsiva.

A mudança sempre acontece — ou você deixa que aconteça aleatoriamente, ou age para que sua vida se transforme naquilo que realmente quer. A escolha é sua!

Se você quer viver uma experiência intensa e transformadora para desenvolver sua Inteligência Emocional e encontrar o seu equilíbrio, conheça o Método LOTUS. São três dias que levarão você a uma reflexão profunda sobre seus comportamentos e emoções, trazendo diversas ferramentas para que você possa mudar aquilo que não lhe faz bem.

Imagem: © Depositphotos.com / 1shots

Translate »