© Depositphotos.com/hofred A linguagem corporal pode parecer abstrata e subjetiva, mas o seu uso é tão importante para a comunicação quanto o próprio domínio da linguagem verbal.

Independentemente de qual seja a língua, nossas emoções são universais: uma pessoas do outro lado do mundo é capaz de identificar suas expressões associadas a determinada emoção. Isso acontece por meio da linguagem corporal – como o estado emocional de uma pessoa reflete no seu exterior.

A linguagem corporal pode parecer abstrata e subjetiva, mas o seu uso é tão importante para a comunicação quanto o próprio domínio da linguagem verbal. Isso porque, durante uma conversa, as palavras que saem da sua boca estão longe de ser a única forma de comunicação.

Ela aparece na nossa postura, nossos gestos, no quão próximo estamos de outra pessoa ao conversar com ela, nas nossas expressões faciais e até nos movimentos que nossos olhos fazem.

De acordo com um estudo realizado pelo Dr. Albert Mehrabian, a comunicação é dividida em três elementos: o que se fala, que corresponde à apenas 7%; como se fala, que representa 38% e o que o corpo fala, que equivale a 55% da nossa comunicação. Nossos gestos, movimentos e uma postura ao falar dizem muito sobre o que estamos sentindo em cada momento.

Linguagem corporal e as emoções

O nosso corpo manifesta muitas características da nossa história, bem como nossas emoções, intenções e pensamentos. O ser humano escolhe as palavras, cria imagens e desenvolve um raciocínio mental graças ao funcionamento de uma parte do cérebro chamada neocórtex. Porém, o sistema límbico — responsável pelas nossas emoções — envia impulsos elétricos ao corpo, gerando expressões e movimentos involuntários.

É através da linguagem corporal que, muitas vezes, podemos identificar o real significado de uma mensagem. A linguagem corporal é fundamental para indicar emoções que não foram expressadas em palavras.

Existem cinco categorias para classificar a comunicação não-verbal:

  • Cinésica: está relacionada à linguagem corporal propriamente dita (gestos e as expressões faciais);
  • Proxêmica: faz uso do espaço físico;
  • Paralinguagem: utilização de recursos de modificação do som da voz;
  • Tacêsica: revelada pelo toque;
  • Características físicas, aparência e a forma do corpo.

A linguagem corporal, quando bem observada, é capaz de revelar pensamentos e ideias que não são expressadas por alguma razão, como quando uma pessoa mente ou omite algum fato.

Identificando a linguagem corporal em algumas situações

Mãos

Levar as mãos a boca, passar a mão nos lábios, tocar o queixo e até mesmo colocar objetos perto da boca são ações comuns na hora de contar uma mentira. É como se você tentasse tirar o foco daquilo que está dizendo.

Lábios

Manter os lábios comprimidos denota que você está tentando evitar dizer aquilo que pensa, ou que prefere não responder a uma pergunta que foi feita.

Olhar

Nosso olhar é uma das partes mais expressivas do nosso corpo. Pessoas que olham constantemente para os lados são muito nervosas, mentirosas ou distraídas.

Olhar para cima e para a direita, por exemplo, costuma indicar confusão, como se a pessoa buscasse por uma imagem mental enquanto desvia os olhos. Apenas para cima pode expressar desprezo e irritação – aquela clássica revirada dos olhos.

Testa

Franzir a testa pode ser sinal de dúvida, tensão e até mesmo nervosismo.

Braços

A principal mensagem evidenciada quando se cruza os braços é de irritabilidade ou rejeição ao momento pelo qual está passando. O gesto cria uma verdadeira barreira física que mostra a falta de abertura para ouvir aquilo que está sendo dito.

Corpo

As pessoas endurecem o corpo, paralisam-se e até deixam de respirar quando precisam acalmar sensações desagradáveis ou querem deixar de sentir coisas que se tornaram insuportáveis.

Ombros

Os ombros ficam curvados quando a pessoa sente que o peso que está carregando é maior do que é capaz de suportar.

Peito

As pessoas tendem a “aumentar” algumas áreas do corpo (como estufar o peito para parecer maior) para se protegerem de coisas que dão medo e para esconderem suas fragilidades;

Cabeça

Ficar de cabeça baixa indica vontade de esconder algo. Se a pessoa abaixar a cabeça ao receber um elogio, pode ser porque ela é tímida, envergonhada, retraída ou está em descrença. Se for depois de uma explicação, a pessoa pode não ter certeza se o que ela disse foi correto ou pode estar refletindo.

Quadris

Levar as mãos ao quadril pode indicar espera, impaciência ou cansaço;

Olhos

Quando uma pessoa fecha os olhos por mais tempo do que leva para piscar, pode ser sinal de que ela está estressada, alarmada ou desesperada.

Inteligência Emocional e a Linguagem Corporal

A linguagem corporal é inconsciente, mas, por ter relação direta com nosso emocional, você pode ficar atento nos detalhes dessa comunicação não-verbal desenvolvendo sua Inteligência Emocional! Por isso, conheça o Lotus – um treinamento imersivo que vai te proporcionar um entendimento das suas emoções!

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

20 frases de incentivo para você fazer parte do Outubro Rosa! Confira!

Leia Mais ►

Saber reconhecer as emoções e como elas influenciam suas ações é fundamental para ter mais qualidade de vida e equilíbrio.

Leia Mais ►

Confira essa entrevista exclusiva para compreender um pouco mais sobre a doença que hoje, é considerada a “doença do século”.

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter