Independência Emocional: como superar a perda de um ente querido

Publicado em: 18/11/2016 Por: Equipe SBie

© Depositphotos.com / AntonioGuillemF Lidar com a morte de uma pessoa amada pode ser muito dolorido, e é preciso ter maturidade para continuar a viver.

Embora a morte seja a única certeza na vida de qualquer pessoa, isso não significa que seja fácil lidar com ela. Quando perdemos uma pessoa amada, pode ser muito dolorido aceitar a situação e aprender a conviver com a ausência e com a saudade. Nesse sentido, ter maturidade e independência emocional é fundamental para superar a perda de um ente querido e continuar a viver.

Viva o luto

Todas as fases do luto são importantes, e é importante vivenciar todos os sentimentos que acompanham esse processo. Entregue-se à dor, chore, desabafe, esvazie sua culpa e tenha certeza de que você irá superar essa dor.

Não existe um tempo exato para vivenciar cada fase do luto, e elas variam de acordo com cada indivíduo e situação. Em geral, a fase que perdura por mais tempo é a de depressão — algumas pessoas podem demorar décadas para chegar à aceitação, enquanto outras nunca conseguirão aceitar a perda com serenidade.

As 5 fases do luto

  • Negação: em um primeiro momento, a pessoa não é capaz de aceitar a perda e não consegue imaginar um futuro sem a presença de quem se foi. A dor da perda é tão grande que parece irreal;
  • Raiva: nessa fase a pessoa se revolta com o mundo, se sente injustiçada e não se conforma por estar passando por isso;
  • Negociação: o indivíduo começa a aceitar a perda e tenta negociar, prometendo ser uma pessoa melhor caso consiga superar o momento;
  • Depressão: a pessoa se isola, tornando-se melancólica e se sentindo impotente diante da situação. Este é o momento no qual a pessoa entende que a perda é inevitável e incontornável;
  • Aceitação: essa é última fase do luto, quando a pessoa aceita a perda com paz e serenidade, sem desespero ou negação. O indivíduo passa a enxergar a realidade como realmente é.

Dicas para superar a perda de um ente querido

Liberte-se da culpa

É comum nos culparmos por algo que deixamos de fazer ou dizer, ficando com a sensação de que cometemos um erro com a pessoa que se foi. É preciso se livrar das culpas e se perdoar para, assim, superar o luto.

Adapte-se às mudanças

A perda de alguém próximo exige adaptação: é preciso viver com a ausência da pessoa, se acostumar com a saudade e até mudar alguns hábitos. O medo dessa nova realidade pode ser paralisante e, por isso, é preciso aceitar, se adaptar e aprender a conviver com a ausência da pessoa.

Continue vivendo

Encontre formas de ser feliz novamente, mesmo com a dor. Para isso, faça coisas que você gosta, distraia-se com novos passatempos, esteja com as pessoas que ama, refaça seus planos, trace novos caminhos e vá em busca de novos sonhos.

Cuide das suas emoções

Se você está procurando ajuda para cuidar de suas emoções e encontrar força e coragem para recomeçar, não deixe de conhecer o Método LOTUS: um treinamento de três dias que está transformando a vida de milhares de pessoas.

Translate »