© Depositphotos.com / Rawpixel Um time empoderado é mais motivado e gosta de desafios

O termo empoderamento de equipes está muito em alta no meio corporativo. As organizações são compostas por pessoas e, por esse motivo, precisam estar sempre em constante movimento. As grandes cadeias hierárquicas das empresas tradicionais do passado criavam algumas barreiras nos diálogos entre líderes e colaboradores.

Todas as mudanças que ocorreram com o avanço da tecnologia e com a entrada das novas gerações no ambiente corporativo, as organizações estão, cada vez mais, se adaptando aos novos tempos. Aliado aos processos de desenvolvimento humano – como a implementação de estratégias de Inteligência Emocional, os gestores estão evitando posturas centralizadoras , delegando mais e dando cada vez mais autonomia para sua equipe.

O que, de fato, significa empoderamento?

O termo da vez no mercado corporativo, na realidade, nasceu com um outro propósito. Trata-se de um neologismo criado por Paulo Freire – importante educador brasileiro -, e adaptado do termo inglês “empowerment”. A palavra está no cerne dos discursos de movimentos sociais como o feminismo e o movimento negro.

O verbo empoderar significa dar autoridade. No contexto corporativo, o empoderamento de equipes é proporcionar aos colaboradores as informações e ferramentas necessárias para que eles possam assumir responsabilidades, propor soluções inovadoras e tenham mais independência. Aumentando assim seu engajamento com a companhia, melhorando seus resultados e sua motivação.

Como empoderar equipes?

Conheça o perfil dos seus funcionários

O primeiro passo é se dedicar a entender como são os diferentes perfis das pessoas que compõem o seu time. Dessa maneira, você pode dividir as tarefas e responsabilidades de maneira mais assertiva. Trata-se de uma etapa importantíssima. Afinal, para dar mais autonomia, é necessário saber se os colaboradores estão preparados para lidar com os desafios propostos.

Desenvolva sua tolerância

Para iniciar um processo de empoderamento de equipes, o líder precisa ter em mente que durante a implementação deste tipo de gestão, erros e eventuais falhas vão acontecer. Isso não significa que é necessário punir todo e qualquer erro. Dê a oportunidade para que o seu colaborador faça as devidas correções. Assim, você desenvolve a confiança em toda a equipe.

Invista na integração da equipe

Busque sempre incentivar o um ambiente colaborativo, integrar departamentos e desenvolver uma comunicação mais horizontal e livre de ruídos. Essa prática é fundamental para que a equipe – e a empresa como um todo -, esteja alinhada em prol do mesmo objetivo.

Desenvolva a Inteligência Emocional

A Inteligência Emocional é um conjunto de habilidades que promove uma série de benefícios para sua empresa: melhora os relacionamentos interpessoais, a capacidade de empatia entre colaboradores, fomenta a motivação e o senso de propósito. Se você procura elevar os resultados da sua carreira e melhorar sua capacidade de liderança, conheça o Método LOTUS – um treinamento de imersão que já gerou diversos cases de sucesso no ambiente corporativo.

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 15% do brasileiros – 30 milhões de pessoas – sofrem com a dor. Ou seja, precisamos realmente prestar atenção nos sintomas dessa condição e nas causas emocionais que podem influenciar seu surgimento.

Leia Mais ►

Pesquisar online uma reação física qualquer é algo fácil, até automático, certo? Porém, essa “curiosidade” tem limite e quando ele é ultrapassado, surge a hipocondria.

Leia Mais ►

A interação entre fatores genéticos, ambientais e psicológicos podem levar ao desenvolvimento dessa doença silenciosa. Porém, são os fatores psicológicos e emocionais que funcionam como um gatilho para o transtorno vir à tona.

Leia Mais ►

Inscreva-se para receber nossa newsletter