Inscreva-se para receber nossa newsletter

Administrar as próprias emoções e compreender o estado emocional dos outros é o principal segredo dos relacionamentos duradouros. Você tem maturidade emocional quando sabe se relacionar com você mesmo e com as pessoas, com consciência sobre as suas escolhas e comportamentos. Maturidade emocional significa ter consciência da reação que cada emoção traz para sua vida e, a partir daí, escolher comportamentos que sejam menos destrutivos e mais saudáveis.

Imaturidade emocional: refém das emoções

Uma pessoa que não tem controle e maturidade emocional vive de forma inconsciente, pois é dominada pelas suas emoções e reações, vivendo a mercê dos acontecimentos. Em um relacionamento não é diferente e, além de lidar com as próprias emoções, você precisa administrar as emoções do seu parceiro.

A falta de maturidade emocional nos relacionamentos é percebida por meio de alguns padrões negativos que, a médio e longo prazo, são capazes de destruir as relações. Veja alguns deles:

– Pequenos acontecimentos se tornam grandes tragédias;

– As partes não são capazes de dialogar e se colocar no lugar do outro;

– Dificuldade de perdoar, remoendo situações passadas;

– Insegurança e falta de confiança no outro;

– Os parceiros são controladores e ciumentos;

– O casal é dependente, e nenhuma das partes tem momentos a sós;

– Incapacidade de lidar com as limitações do parceiro;

– Um sempre espera e cobra que o parceiro mude;

– Términos e brigas constantes;

– Incapacidade de amar incondicionalmente.

Para mudar essa situação, comece por você. Tudo aquilo que você é capaz de fazer e nutrir por você é refletido em suas relações: você só é capaz de amar o outro, se souber se amar; você só é capaz de compreender as emoções do seu parceiro, se souber compreender as suas próprias emoções. Se você aceita suas próprias limitações, deixa de esperar que o outro seja perfeito.

8 dicas extraordinárias para alcançar a maturidade emocional no relacionamento

1- Mantenha a calma

Respire fundo e conte até dez sempre que uma emoção negativa surgir. Tenha o cuidado de não projetar suas emoções no outro, mesmo que ele seja responsável por ter provocado este sentimento negativo. Tenha controle emocional e saiba manter a calma, mesmo em situações de dificuldade.

2- Conheça seu parceiro

O que vocês são hoje é resultado do que foram um dia. Por isso, compartilhem suas histórias de vida, infância e a relação com os pais. Estejam juntos na busca pelo autoconhecimento.

3- Compreenda a relação

Identifique quais necessidades existem por trás da relação: o que você busca no parceiro, e o que ele busca em você. Cada pessoa busca suprir as suas carências no outro, como tentativa de suas dores. A compreensão permite que vocês sejam mais conscientes dos seus comportamentos, abandonando as necessidades e deixando que o amor seja o condutor dessa relação.

4- Aceite as diferenças

Vocês aprenderam as coisas e cresceram de formas diferentes. Compreenda isso e faça acordos com seu parceiro, de modo a minimizar os conflitos que essas diferenças podem causar.

5- Seja realista

Aprenda a enxergar cada dificuldade ou crise como uma chance para o aprendizado e amadurecimento da relação. Abandone a ideia de que relacionamentos são contos de fadas: momentos difíceis não significam falta de amor e fazem parte de qualquer relação.

6- Entenda sua responsabilidade

Tudo o que acontece em uma relação tem 50% de responsabilidade de cada um. Antes de falar que seu parceiro errou, encontre sua responsabilidade e perceba em quais aspectos também precisa melhorar. Converse com seu parceiro sobre a responsabilidade de cada um e façam um novo acordo. Fuja das acusações, e foque nas soluções.

7- Tenha momentos a sós

Faça coisas que você gosta, encontre amigos e não seja dependente do seu parceiro. Quanto melhor você souber se relacionar consigo mesmo, melhor se relacionará com o outro.

8- Reconheça

Saiba e reconheça o papel e a importância de cada um na relação, bem como as qualidades e defeitos. Abandone a necessidade de competir com seu parceiro, aprenda a lidar com as limitações e lembre-se sempre que ninguém é perfeito.

Método LOTUS e a maturidade emocional

Lidar com as emoções não é uma tarefa que aprendemos na escola, na faculdade ou em qualquer outro lugar. Isso explica porque as pessoas estão cada vez mais estressadas, infelizes e doentes.

No Método LOTUS você descobre como alcançar a maturidade emocional na prática: são dois dias de imersão que proporcionam um mergulho interior capaz de transformar a forma de viver as suas emoções e a sua vida. Experimente!

Imagem: © Depositphotos.com / brickrena

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Hoje, vamos compartilhar com você algumas dicas para economizar, e

Leia Mais ►

Hoje, em comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra, nós

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter