Consumo excessivo de álcool afeta no reconhecimento das emoções

Publicado em: 21/12/2017 Por: Redação SBie

© Depositphotos.com / focuspocusltd O consumo excessivo de álcool pode fazer com que o indivíduo deixe de realizar outras tarefas e abandone interesses

O consumo excessivo de álcool afeta diretamente no reconhecimento as emoções e leva à perda da Inteligência Emocional – é o que aponta um estudo realizado pela Universidade de São Paulo. A pesquisa foi feita pela equipe de Saúde da Faculdade de Medicina, em Ribeirão Preto, e analisou os pacientes que fazem tratamento contra o álcool e também voluntários saudáveis.

A psicóloga e pesquisadora Mariana Donadon, diz que os participantes apresentaram dificuldade para reconhecer as emoções no rosto de outras pessoas e que essa característica impede comportamentos e reações adequadas ao ambiente.

Diferente do grupo saudável, os indivíduos que são dependentes de álcool cometeram mais erros no reconhecimento de emoções como alegria, medo, tristeza e nojo. Além da dificuldade em reconhecer e entender as emoções, a pesquisa também mostrou que os efeitos neurotóxicos do álcool afetam circuitos neurais o que pode ocasionar reações muito inadequadas. Isso gera um círculo vicioso: pela falta de Inteligência Emocional, os dependentes acabam utilizando mais a bebida para fugir de qualquer situação considerada desconfortável.

Confira os principais sintomas do alcoolismo

  • Grande necessidade de ingerir álcool
  • Aumento sucessivo das doses por conta do efeito cada vez menor
  • Abstinência quando o consumo é interrompido de forma drástica
  • Deixar de realizar outras tarefas e abandonar interesses

Quais fatores levam uma pessoa a desenvolver o vício em álcool?

  • Fatores genéticos e padrões familiares
  • Traumas na infância como a rejeição, por exemplo
  • Desequilíbrio emocional
  • Baixa autoestima
  • Insegurança
  • Influências externas

Como combater o abuso de álcool

O primeiro passo para combater o alcoolismo é perceber e assumir o vício. É preciso admitir que não se trata apenas de um abuso e sim uma dependência. A falta de Inteligência Emocional agrava ainda mais o quadro e, geralmente, faz com que o indivíduo seja levado pelo impulso e pela necessidade de suprir suas necessidades.

Quando não desenvolvemos o entendimento de como cada emoção interfere nas nossas ações e comportamentos, acabamos criando maneiras inconscientes de extravasar. Para aprender a controlar vícios, é preciso aprender entender, lidar e controlar as próprias emoções.

Caso você esteja passando por um processo com este ou conviva com alguém que esteja, conheça o Método LOTUS e aprofunde o conhecimento de suas emoções. Trata-se de um treinamento que propõe o entendimento dos gatilhos que levam ao desenvolvimento de vícios.

Translate »