Chorar no trabalho: como equilibrar as emoções?

Publicado em: 04/06/2018 Por: Redação SBie

© Depositphotos / artenot O descontrole emocional pode ser um sinal de que é preciso rever sua estratégia pessoal.

Em meio a alto e baixos, é impossível se manter resistente às emoções. E no trabalho não é diferente. Sendo considerado por muitos um sinal de fraqueza, chorar no trabalho se tornou um cenário devastador: afinal, como equilibrar as emoções depois que isso acontece?

Uma emoção é apenas uma emoção, e está presente em todo ser humano. São as emoções que nos movem e influenciam em todas as decisões que tomamos. Isso não significa que elas tenham que te controlar. As emoções sempre estarão presentes em nós e ficam melhores se soubermos administrá-las.

Como controlar o choro?

  • Saiba separar os problemas pessoais da vida profissional;
  • Evite chorar na frente do seu chefe ou colegas de trabalho durante o expediente. A reação não ajuda com seus problemas e contribui para a improdutividade;
  • Se for necessário, tire um dia de folga para resolver seus problemas e evite que isso interfira no seu rendimento profissional;
  • Quando sentir que o choro está a caminho, respire fundo e pausadamente, a fim de controlar o que está sentindo;
  • Tente não pensar nessas questões pessoais enquanto estiver no trabalho: foque nas suas tarefas e procure distrair a mente.

Como equilibrar as emoções após chorar no trabalho?

De acordo com Loraine Muller, professora do MBA em Liderança, Inovação e Gestão 3.0 da PUC-RS, é importante lembrar que somos apenas humanos. Ela defende que as lágrimas não são o problema, mas uma manifestação natural de certos sentimentos.

Ainda segundo a professora, o importante é saber encarar e lidar com aquilo. “Ninguém evita sentir. O problema é não conseguir lidar com o sentimento de forma adequada após uma crise”, diz ela.

Então, como fazer para administrar as emoções após uma crise de choro?

Identifique a origem do sentimento

Segundo Eduardo Shinyashiki, especialista em desenvolvimento humano e neurocoaching, a tristeza pode estar associada à diversos sentimentos, e é preciso entender qual originou a crise.

O não-gerenciamento das emoções pode acarretar em muitos problemas futuros. “A pessoa fica muito presa a emoções não manifestadas e não toma a ação certa para lidar diretamente com elas”. Para isso, identificar o que gerou essa tristeza é o primeiro passo.

Procure sempre se conhecer

O profissional precisa buscar mecanismos para gerir melhor suas emoções e evitar uma crise. Para Loraine, o autoconhecimento é uma peça essencial para enfrentar situações desafiadoras e administrar as reações.

“Quanto mais eu conheço minhas emoções, melhor consigo fazer meu contrato psicológico de trabalho, me submeto menos a situações estressantes e tenho maturidade nas minha reações”, fala a professora.

Não se critique

Estamos constantemente sendo nossos maiores críticos e isso pode estagnar nosso desenvolvimento pessoal. É necessário acreditar em si mesmo antes de qualquer coisa.

“Somos mestres em três coisas: omitir, generalizar e distorcer”, diz Eduardo. Assim, tendemos a esquecer experiências positivas e ficamos só com as impressões negativas sobre nós mesmo.

Para o especialista, ao invés de preocupações e previsões de resultados ruins, precisamos reforçar o que é positivo antes, durante e depois de realizar uma tarefa.

No lugar de autocríticas, é preciso se perguntar quais são suas necessidades. No lugar da cobrança, é preciso dar um tempo para se ouvir mais.

Trabalhe suas competências intrapessoais

Desde um curso de teatro para sair da zona do conforto, um esporte que você tenha como hobbie ou livros sobre inteligência emocional, até a procura de uma ajuda externa na forma de terapia, coaching ou mentoria: o que vale é investir em se conhecer e evoluir sua capacidade de lidar com os empecilhos da vida.

“Todo problema traz consigo a semente da solução. Podemos começar uma revolução positiva ou negativa, buscando uma solução ou resistindo ao fazer o que precisa ser feito”, diz Eduardo.

Desenvolva sua Inteligência Emocional

As vezes é preciso aprender a lidar melhor com suas emoções e se tornar um profissional mais equilibrado emocionalmente para lidar com os problemas de forma saudável e saber encarar as frustrações da vida.

Conheça o Método Lotus, um treinamento de imersão onde você terá acesso à ferramentas práticas que te ensinam a canalizar as emoções e administrar as adversidades da vida de maneira equilibrada, se tornando capaz de acessar e entender seus gatilhos internos e padrões limitantes.

Translate »