Entenda porque os homens traem mesmo amando suas esposas

Publicado em: 25/02/2016 Por: Equipe SBie
marca de batom em colarinho

Em um relacionamento, a traição raramente surge da vontade de prejudicar o outro. Ela está associada a necessidades internas que acabam sendo supridas de forma distorcida — especialmente no caso dos homens, que costumam ser mais práticos e racionais, sem apresentar razões emocionais por trás dos seus desejos. Isso explica porque, mesmo amando suas esposas e sabendo que uma traição causará sofrimento a elas, eles acabam caindo em tentação.

Nenhuma justificativa pode aliviar a dor de uma traição, mas a compreensão e o uso da Inteligência Emocional podem ajudar a superar uma traição no casamento e se recuperar definitivamente dessa experiência traumática.

Causas emocionais que levam a uma traição

– Necessidade de autoafirmação, provocada pela insegurança emocional, medo e autoestima baixa. Algumas pessoas precisam provar para elas mesmas que são importantes, desejadas e amadas. Este é um traço muito comum entre pessoas que foram rejeitadas, muito criticadas ou não foram devidamente estimuladas quando crianças;

– Quando crianças presenciaram muita traição, e acabam repetindo esse padrão de comportamento como se fosse natural;

– Problemas rotineiros da vida a dois: enquanto as mulheres se magoam, os homens buscam por recompensa imediata, sendo que a traição é uma forma de conseguir isso;

– Falta de coragem para terminar a relação;

– Ausência de afeto na infância: por não saber como lidar com as relações e com o amor, a traição acaba sendo uma das formas da pessoa se proteger daquilo que não aprendeu a sustentar;

– Medo de assumir responsabilidades: um casamento exige maturidade, compromisso e responsabilidade. Pessoas que foram muito mimadas e superprotegidas não aprenderam a seguir regras e lidar com problemas, e podem se apavorar diante da responsabilidade. Algumas pessoas traem simplesmente para criar uma situação desconfortável que acabe com a relação e permita que ela fuja da responsabilidade;

– Busca por liberdade;

– Necessidade instintiva e insaciável do sexo e do novo.

Dicas para evitar uma traição

As causas emocionais são importantes fatores que podem levar a uma traição. Apesar disso, a forma com que os parceiros se relacionam também possui grande peso nas traições. Confira algumas dicas que poderão lhe ajudar a preservar seu casamento:

– Não seja a mãe do seu parceiro e não tente controlar a vida dele, impondo ordens e limitando suas ações;

– Dê espaço para que ele tenha vida social. Incentive os esportes, a cerveja e o papo com os amigos. Além de fazer com que seu parceiro se sinta livre, você mostrará que confia nele;

– Não compartilhe somente problemas, mas também as vitórias, planos e pensamentos. Seja uma pessoa que gosta de parceria e mostre interesse pelas questões do seu marido, mostrando que está ao lado dele;

– Na vida sexual, seja ousada, participativa, e faça o seu parceiro sentir que ele é desejado e amado por você;

– Seja flexível e aprenda a ceder: faça coisas que os dois gostem e que só um de vocês goste, sempre mantendo a parceria;

– Confie no seu marido e respeite a privacidade dele: nada de fuçar nas coisas dele e ter ciúmes controlador. Liberte-se e aprenda a confiar.

Imagem: © Depositphotos.com / belchonock

A grande oportunidade
de mudar sua vida!

Pesquisas constatam que pessoas com alto grau de
Inteligência Emocional são mais realizadas e felizes.

Translate »