Tel: 11 2985-5949
Fale com um consultor pelo WhatsApp

Por que devemos rejeitar o sentimento de pena?

Publicado em: 31/08/2017 Por: Equipe SBie

© Depositphotos.com / SIphotography Geralmente a pena está relacionada com um sentimento de culpa carregada pelo indivíduo.

É completamente natural que o indivíduo sinta pena ao presenciar o sofrimento de uma pessoa querida e, muitas vezes, esse sentimento também pode ser despertado até por pessoas que nem ao menos são conhecidas.

Porém, é importante não confundir esse sentimento com empatia ou solidariedade. Isso porque a pena está relacionada com um sentimento de culpa, e é importante prestar atenção com os sintomas da autossabotagem que podem surgir. Inconscientemente, a pena pode fazer com que o indivíduo crie situações para se igualar à situação que desperta esse sofrimento.

Programas emocionais gerados pela culpa

O sentimento de culpa traz uma carga negativa de programas emocionais sobre o que a pessoa pensa a respeito de si mesma, podendo dar origem a pensamentos como: “eu tenho muito mais do que eu mereço” e “como posso me sentir bem se a outra pessoa está em uma situação tão difícil?”. Carregar esse tipo de sentimento é muito prejudicial para a vida de qualquer indivíduo e, além de não ajudar o outro, é provável que a autossabotagem seja desenvolvida.

A maioria dos seres humanos se destrói de alguma maneira: algumas pessoas sabotam os relacionamentos amorosos, por exemplo, e criam uma barreira que afasta pessoas. Outras, por sua vez, levam esses padrões para a vida profissional e boicotem seus próprios resultados dentro da empresa.

Vale destacar que o sofrimento é inevitável, mas é perfeitamente possível escolher a maneira de lidar com ele positivamente. Passar por situações difíceis e desafiadoras é importante para o aprendizado e crescimento de qualquer ser humano, e cada indivíduo certamente enfrentará problemas ao longo de sua vida. Portanto, é necessário entender que sentir pena é uma ação que apenas traz sofrimento e cria atitudes que podem manter padrões negativos.

Como parar de se culpar e sentir pena?

Sinta-se merecedor

Reflita sobre quantas vezes você questiona se realmente merece tudo aquilo que você conquistou ou que lhe foi concedido naturalmente. É importante que você se conecte com a energia do merecimento e saiba aceitar e agradecer por tudo o que chega até você.

Anule o processo de autossabotagem

O ser humano tem tendência a querer agradar e atender às expectativas alheias — seja as de um amigo, parente ou da sociedade como um todo. Nesta busca por aceitação e pertencimento, as pessoas tendem a tirar o foco de suas próprias prioridades. É claro que ser solidário e ter empatia é algo louvável e fundamental para que possamos ser felizes, porém, é importante ter cuidado para não deixar a si mesmo em segundo plano.

Desenvolva sua Inteligência Emocional

O primeiro passo para anular qualquer tendência de autossabotagem é adquirir conhecimento sobre as crenças limitantes e padrões nocivos que foram desenvolvidos ao logo da vida. Ao desenvolver sua Inteligência Emocional, você cria ferramentas para entrar em contato com os pensamentos nocivos que geram comportamentos que não agregam e o impedem de crescer.

Conheça o Método LOTUS, um treinamento de imersão que proporciona autoconhecimento e a real dimensão sobre sua história vida, permitindo que você desenvolva capacidade para lidar com as adversidades da vida e as emoções que elas geram.

 

Não perca mais essa grande
oportunidade de mudar sua vida!

Pesquisas constatam que pessoas com alto grau de
Inteligência Emocional são mais realizadas e felizes.