Tel: 11 2985-5949
Fale com um consultor pelo WhatsApp

Conheça os principais sintomas do déficit de atenção infantil

Publicado em: 01/09/2017 Por: Equipe SBie

© Depositphotos.com / kotmay O TDAH é um problema que afeta crianças de todo o mundo e faz com que elas não consigam se concentrar.

O Transtorno do Déficit de Atenção (TDAH) é um transtorno neurobiológico de causas genéticas que se manifesta na infância e pode acompanhar o indivíduo ao longo de toda sua vida adulta. O transtorno é resultado de uma disfunção neurológica no córtex pré-frontal que gera mau funcionamento de certas áreas do cérebro, que gera uma dessincronização entre as áreas cerebrais. Como consequência, quando a criança que sofre do problema tenta se concentrar, a atividade em seu córtex pré-frontal diminui em vez de aumentar – como ocorre em pessoas que não apresentam o problema.

Os principais sintomas do déficit de atenção infantil são:

  • Dificuldade para manter a atenção nas tarefas cotidianas;
  • Dificuldade para prestar atenção aos detalhes;
  • Pouco interesse por atividades lúdicas;
  • Problemas de organização;
  • Tendência a evitar tarefas que exijam esforço mental;
  • Costume de perder objetos;
  • Distração constante por estímulos externos;
  • Esquecimento frequente;
  • A criança parece não escutar quando estão falando com ela.

Como é o tratamento para Déficit de Atenção?

O tema tem causado um amplo debate entre a classe médica nos últimos anos. Em 2013, pesquisas apontaram que 15% das crianças americanas apresentavam TDAH e mais de 3 milhões usam farmacológicos para controlar os sintomas. Em 1990, esse número era de 600 mil, ou seja: o uso de medicamentos aumentou significativamente. No Brasil não é diferente, no ano 2000 eram vendidas 71 mil caixas de medicamento no país e, em 2009, esse número deu um salto significativo para dois milhões.

Nem todas as pessoas que apresentam Déficit de Atenção precisam de remédios, sendo que intervenções farmacológicas devem ser introduzidas apenas quando necessário e com orientação de profissionais especializados no assunto. O tratamento precisa abranger psicoterapia estrutural, e as famílias e educadores precisam estar inseridos em todo processo.

Ações que podem auxiliar no tratamento de TDAH

O primeiro passo que os pais devem dar é não focar nos comportamentos negativos gerados pelo Déficit de Atenção. É importante reforçar as atitudes positivas dos filhos, elogiar os acertos sempre que for possível. Além disso, outras ações que podem ser tomadas são:

Incentivo às atividades físicas

Praticar esportes é fundamental para crianças que apresentam o transtorno. Isso porque as atividades físicas liberam endorfina e geram uma sensação de bem-estar, acalmando a criança, regulando o humor e proporcionando prazer. Os exercícios também aumentam os níveis de endorfina, serotonina, noradrenalina e dopamina — que aumentam o foco e a atenção.

Manutenção de uma rotina organizada

Estabelecer uma rotina organizada e com regras bem claras é essencial para uma vida mais saudável. É preciso estabelecer horários para dormir, brincar, se alimentar e estudar. Estimular a criança a manter seus objetos organizados também é importante, uma vez que um ambiente bagunçado contribui para aumento da distração.

Autocontrole dos pais

É importante que os pais desenvolvam a Inteligência Emocional para que, assim, tenham autocontrole ao a lidar com o problema. A habilidade de controlar as emoções também permite que os pais se tornem mais capazes de conversar com os filhos sobre as emoções e desconfortos, de modo a controla-los.

 

Não perca mais essa grande
oportunidade de mudar sua vida!

Pesquisas constatam que pessoas com alto grau de
Inteligência Emocional são mais realizadas e felizes.