© Depositphotos.com / AndreyPopov Se tomou um rumo que desaprovou a sua família, é imprescindível que você mantenha uma atitude positiva diante da sua decisão.

A família tem muita influência na vida dos seres humanos, que desde o útero materno já registram e interpretam todas as emoções sentidas pelos pais. Essas experiências intrauterinas, somadas às que são vividas até os sete anos de idade da criança, são responsáveis por desenvolver os programas emocionais do indivíduo. Durante esse período, todas as emoções e experiências são registradas, interpretadas e transformadas em padrões emocionais e comportamentais que refletem ao longo de toda a vida adulta.

É justamente a partir dessas informações que o indivíduo cria sua visão de mundo, baseia suas escolhas, enfrenta problemas e se comporta diante das diferentes situações. As tomadas de decisão também estão intimamente ligadas a esses padrões herdados do ambiente familiar. Caso você tenha tomado uma decisão ou rumo que sua família não aprova — como se casar com alguém que seus pais não gostem, ir morar sozinho ou ter optado por uma carreira diferente da que seus pais imaginaram — e está sofrendo com a rejeição familiar, é importante manter uma atitude positiva diante da sua decisão, seja qual tenha sido.

Embora todas as escolhas envolvam certos riscos, não é necessário encarar as tomadas de decisão becos sem saída. Em vez disso, prefira ver cada escolha como um horizonte cheio de possibilidades: ao cultivar emoções positivas diante da sua decisão, é possível encontrar muitos benefícios e alternativas. Por outro lado, se você se concentrar apenas nos aspectos negativos, certamente encontrará mais dificuldades na solução dos possíveis problemas que surgirão ao longo do caminho que você escolheu traçar.

Tenha em mente que sair da zona de conforto e se arriscar é sempre uma atitude positiva. Quando você decide se arriscar em algo novo, é obrigado a se despedir de algumas coisas. Esse processo pode ser mais doloroso sem o apoio da família, e a situação exige que você saia do conforto familiar para ir em busca de seus maiores sonhos.

Por que é tão difícil lidar com a rejeição da família?

Rodrigo Fonseca, presidente da Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional (SBie), afirma que um dos maiores temores da humanidade é ser rejeitado. “A origem de toda emoção humana está nos pais e na maneira como vivemos a primeira infância”, explica ele. Para enfrentar essas situações, é importante tentar ressignificar os sentimentos de rejeição e compreender o momento.

Durante a infância, os pais têm a função de educar e direcionar os filhos e, por esse motivo, é comum que hajam imposições. Alguns pais podem ter dificuldade de encarar que os filhos chegaram à idade adulta e que uma atitude autoritária não tem mais espaço nessa nova configuração familiar, exigindo a necessidade da construção de uma relação igualitária.

Dicas para melhorar a relação com a família

Perdoe

Para uma melhor relação familiar, é necessário aceitar as particularidades de cada familiar e aprender a conviver com elas.

Mantenha-se tranquilo e firme

Com tranquilidade, cultive pensamentos e emoções positivas e persista no caminho que você escolheu trilhar. Com o tempo, seus familiares certamente aprenderão a respeitar seus sonhos e planos, independentemente de as coisas darem certo ou não.

Entenda seus pais

Talvez seus pais não expressem o amor da maneira como você gostaria. Porém, é importante aceitar a forma de amar de cada um, percebendo de que forma eles demonstram seu amor e recebendo sem cobrar nada.

Desenvolva sua Inteligência Emocional

Se você está passando por um momento de dificuldade com sua família e isso está afastando você das pessoas que mais ama, chegou a hora de fazer algo para resolver o problema. Conheça o Método LOTUS e descubra como mudar sua relação com você mesmo e sua família.

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Precisamos repensar sobre a educação que damos aos nossos filhos e também sobre nossas próprias crenças. Por isso, separamos alguns documentários e livros que abordam o conceito de masculinidade.

Leia Mais ►

Como o esgotamento psicológico não acontece da noite para o dia, precisamos prestar atenção em alguns sinais do nosso corpo e mente.

Leia Mais ►

A maior dificuldade está em reconhecer os sinais da baixa autoestima, então, confira as principais características dessa condição e algumas dicas para mudar isso!

Leia Mais ►

Treinamentos Sbie

DESENVOLVA A
CAPACIDADE QUE PESSOAS REALMENTE FELIZES E QUE VERDADEIRAMENTE LIDERAM SUAS VIDAs POSSUEM.
A HABILIDADE INDISPENSÁVEL PARA TODO PROFISSIONAL
QUE TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO HUMANO.

Inscreva-se para receber nossa newsletter