Como curtir a festa de Carnaval com Inteligência Emocional?

Publicado em: 01/03/2019 Por: Redação SBie

© Depositphotos.com/yupiramos Durante os dias de folia, as pessoas extrapolam um pouco os limites, indo além do que o corpo aguenta.

O Carnaval é a festa popular mais celebrada no Brasil que, apesar de não ser tipicamente daqui, ao longo do tempo tornou-se um elemento da cultura nacional do nosso país. Porém, o carnaval não precisa ser sinônimo de excesso, e a Inteligência Emocional pode te ajudar a curtir com mais moderação.

Glitter para todo lado, música alta e divertida, curtição com os amigos e ruas tomadas por super-heróis, palhaços, unicórnios e girassóis. Sim, o carnaval já está batendo na nossa porta, e com ele um clima de liberdade e alegria contagia até os mau humorados. Na festa mais divertida do ano você pode dar asas à sua imaginação, se fantasiar como quiser, se jogar nas coreografias da moda, cantar até perder a voz e muito mais.

Os exageros do carnaval

Se de um lado vemos pessoas querendo se divertir de maneira saudável, do outro lado muitas pessoas são influenciadas pela sensação de que tudo é permitido, e é aí que mora o perigo: as pessoas acabam cometendo vários excessos de bebida, droga, sexo, brigas e assédios que, em alguns casos, chegam até a morte.

Durante os dias de folia, as pessoas extrapolam um pouco os limites, indo além do que o corpo aguenta. Pesquisas apontam que participar de vários blocos carnavalescos num mesmo dia equivale fisicamente a uma corrida de mais ou menos 10 km.

Outro fator que contribui para o desgaste físico é o consumo excessivo de álcool. Especialistas recomendam que, para evitar a hipoglicemia e reequilibrar o metabolismo cerebral, é importante intercalar, para dose de bebida alcoólica, o consumo de 500 ml ou mais de água.

Em 2018, a Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT) lançou uma campanha de conscientização sobre o consumo excessivo de bebidas alcoólicas no Carnaval. Com o tema “Curta o Carnaval com consciência”, a campanha tem o objetivo de advertir a população sobre dois grandes problemas comuns nos prontos-socorros durante os dias da festa: acidentes de trânsito e violência interpessoal.

“Apesar de não haver números nacionais sobre os atendimentos nos hospitais durante o Carnaval, nós percebemos que, neste período, as instituições registram um aumento do número de vítimas por conta desses motivos”, diz o presidente da SBAIT, José Mauro da Silva Rodrigues.

Há um consenso de que 100% dos casos de trauma poderiam ser evitados com prevenção, e daí a importância de conscientizar a população. “Em uma ocorrência de trânsito, por exemplo, sempre há um fator de imprudência: distração, uso do celular, más condições da estrada, falta de manutenção do veículo. Se pararmos para pensar, muitas mortes seriam evitadas simplesmente com a conscientização das pessoas”, destaca. “Cada um precisa saber que seus atos tem consequências”, completa José Mauro.

Dados da Polícia Rodoviária Federal apontam que, em 2016, foram flagrados 1.347 condutores embriagados durante o feriado de Carnaval. Em 2017, foram 2.019, um aumento de 49,8%. O número de pessoas presas, no mesmo período, por dirigir após consumir álcool, saltou de 162 (2016) para 204 (2017), um aumento de 25,9%.

Ainda segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, em 2016, foram registradas 1.696 ocorrências de trânsito no carnaval. No ano anterior, foram 1.791, uma queda de 5,3%. No entanto, o número de mortes subiu de 113, em 2016, para 140, em 2017, um aumento 23,9%.

Há uma cultura de associar o carnaval ao consumo de bebidas alcoólicas, drogas e a curtição inconsequente, mas a folia deve ser aproveitada com moderação e respeito, sem colocar a sua ou a vida dos outros em risco.

O papel da Inteligência Emocional

Bebida alcoólica demais e hidratação de menos, excesso de exposição ao sol e carência de uma alimentação rica em nutrientes, muitas horas de festas e poucas horas de sono: a maratona de folia exige alguns cuidados, e a inteligência emocional tem um papel muito importante nessa questão, já que um dos seus pilares é o autoconhecimento.

Quando você se conhece, você consegue curtir o feriado com muito mais tranquilidade: o autoconhecimento te ajuda a entender os seus limites, tanto no consumo de álcool, quanto em suas atitudes. Além disso, a inteligência emocional e o conhecimento das suas emoções te ajuda a evitar brigas, discussões e desentendimentos que podem acabar rolando num momento caloroso.

Por isso, nesse carnaval, permita-se escutar o seu eu interior e aproveite muito essa data tão esperada com moderação! Afinal, ninguém merece sair antes da festa por falta de cuidados, não é?

E para deixar essa festa ainda melhor, a Sbie separou algumas dicas para você curtir muito e, ao mesmo tempo, se cuidar! Bom carnaval, foliões 😉

Translate »