4 dicas de como lidar com uma pessoa ansiosa no trabalho

Publicado em: 30/06/2017 Por: Equipe SBie

© Depositphotos.com / RomarioIen A ansiedade é um distúrbio prejudicial não apenas para quem sofre com ele, mas para todas as pessoas que convivem com este indivíduo.

A ansiedade é um transtorno que causa muitos desconfortos e faz com que a pessoa tenha uma preocupação excessiva com o futuro. Em geral, o problema costuma ocorrer em momentos que exigem interação com pessoas fora do círculo de contatos do indivíduo ou em situações que exigem que a pessoa saia de sua zona de conforto. Nesses casos, o ansioso fica extremamente desconfortável com a possibilidade de fazer algo errado, parecer ridículo ou causar uma má impressão nos colegas e superiores.

A carreira de uma pessoa que sofre de ansiedade pode ser muito afetada pelo distúrbio. Isso porque o problema pode trazer limitações como dificuldade de concentração, falta de habilidade para lidar com momentos de pressão e dificuldade com os relacionamentos interpessoais. Além disso, o indivíduo pode ficar com a imagem de ser uma pessoa que não consegue contornar crises e encontrar soluções para os problemas. Como resultado disso, o profissional perde espeço dentro da organização, por mais qualificado que seja.

A ansiedade é um problema que afeta não apenas o indivíduo que sofre do distúrbio, mas todas as pessoas que convivem com ele, já que lidar com colegas de trabalho que sofrem de ansiedade pode ser muito esgotante e demandar muita energia.

4 dicas para lidar com um colega de trabalho ansioso

Evite pressioná-lo

Uma pessoa ansiosa já exige muito de si mesma e, caso ela se sinta pressionada, essa tendência pode se agravar. Em vez de pressionar e cobrar o ansioso, prefira incentivá-lo a buscar respostas e alternativas relacionadas às questões que causam sua preocupação.

Incentive a organização das demandas

Indivíduos que sofrem com a ansiedade entram em desespero quando se encontram com muitas tarefas para resolver, o que contribui diretamente para que haja uma queda na qualidade das atividades executadas. Incentivar a manutenção de uma agenda semanal bem definida, destacando as prioridades e organizando prazos, é fundamental para que a pessoa ansiosa consiga focar em uma atividade de cada vez, sem se preocupar excessivamente.

Fale sobre o assunto

Ao perceber que a pessoa está passando por uma crise de ansiedade, inicie um diálogo com ela e, de maneira calma e tranquila, incentive que ela fale a respeito dos motivos que estão gerando a ansiedade. Essa é uma atitude que faz o indivíduo entender melhor seus problemas e relaxe.

Incentive o desenvolvimento da Inteligência Emocional

A ansiedade está totalmente ligada às emoções. Alegria, medo, tristeza e raiva podem deixar uma pessoa ansiosa em questões de segundos, especialmente se ela não souber lidar com esses sentimentos. Nesse sentido, é importante incentivar que a pessoa crie consciência de suas emoções e entenda a maneira como elas interagem com seus pensamentos e comportamentos, evitando que uma crise de ansiedade seja desencadeada.

O cérebro ativa a ansiedade de acordo com o surgimento de determinadas emoções e situações que trazem algum tipo de ameaça. Por isso, identificar as emoções que trazem mais ansiedade é fundamental para superar o transtorno. Incentive que seu colega desenvolva sua Inteligência Emocional e saia do modo automático.

 

Translate »