Se você é líder ou gestor, provavelmente tem que lidar diariamente com o desafio de conquistar a confiança dos seus subordinados. Mas atenção: isso não significa necessariamente se tornar amigo dos membros da sua equipe de trabalho, mas sim inspirar a confiança e a lealdade necessárias para direcionar seus funcionários aos objetivos traçados pela empresa. E como exatamente colocar isso em prática? Quais são os desafios enfrentados nesse momento? Pois confira nossas dicas e aprenda agora mesmo a conquistar a confiança da sua equipe de trabalho:

Aproxime-se dos colaboradores

Mais uma vez, vale a ressalva: aproximar-se da sua equipe de trabalho não significa, necessariamente, que você se tornará o melhor amigo de seus subordinados, ok? Isso, muitas vezes, inclusive chega a ser prejudicial tanto para você como para eles! No entanto, é importante desenvolver uma certa empatia com os membros da equipe, o que significa, por exemplo, que a figura do chefe não deve ser somente autoritária e hierarquicamente superior. Você também deve incluir momentos de compreensão e de descontração no dia a dia da empresa, a fim de não deixar as pressões do cargo subirem à cabeça, além de aproveitar para conhecer melhor seus funcionários.

Esteja aberto a feedbacks

Não são apenas os chefes e líderes de equipe que avaliam seus funcionários no dia a dia da empresa! Eles também são, por sua vez, constantemente avaliados por seus empregados, seja de forma institucionalizada ou informalmente mesmo. De toda forma, o importante é estar aberto para receber todo tipo de crítica, sugestão e elogio. Essa abertura é vital por parte do líder de uma equipe, caso contrário, os funcionários não terão confiança suficiente em suas próprias opiniões para propor mudanças e possíveis aprimoramentos no ambiente de trabalho. Encare essas situações como oportunidades de crescimento pessoal e profissional!

Aprenda a lidar com reclamações

Por falar em feedback, é preciso que um bom líder saiba lidar com opiniões negativas vindas de seus funcionários. Assim, ainda que essas reclamações não sejam feitas diretamente a você, é necessário encará-las sem levar para o lado pessoal. Faça um exercício de gestão e analise o cenário de forma objetiva: se não fosse você o alvo da crítica, o empregado teria razão em reclamar? Há lugar para uma melhoria em sua postura e em suas atitudes em relação aos funcionários da equipe? Reflita sobre essas questões e procure não deixar esse cenário afetar o cotidiano da equipe, afinal, projetos e trabalhos devem continuar rodando normalmente. Aproveite para ler aqui nosso post sobre como tornar seu dia mais produtivo e sem estresse!

Faça críticas e elogios, se pertinentes

Seus funcionários merecem saber quando falharam, bem como quando fizeram um bom trabalho, não acha? Então entenda, de uma vez por todas, que críticas e elogios não prejudicam sua relação com os empregados. Na verdade, o efeito é bem o contrário: quando há abertura suficiente para que essas observações sejam feitas sem estremecer o profissionalismo da relação, haverá maior confiança entre você e sua equipe de trabalho, gerando um ambiente mais produtivo e eficiente.

Mantenha suas promessas

Prometeu uma folga a seus funcionários, deu a entender que haverá aumento de salário no final do ano, avisou que haverá uma contratação em breve para aliviar a carga de trabalho de seus empregados? Se alguma dessas promessas não for mantida, sua equipe perderá imediatamente a confiança em você, o que provavelmente gerará ressentimentos no ambiente de trabalho. Melhor evitar esse tipo de situação, não concorda? Então faça de tudo para não quebrar promessas e seja franco sobre as possibilidades reais que tem a oferecer à sua equipe.

Seja o mais transparente possível

A transparência é um valor que poucos chefes e líderes de equipe têm hoje em dia no ambiente de trabalho. E a verdade é que, por mais que existam temas confidenciais no âmbito de uma empresa, é importante procurar ser o mais transparente possível com seus funcionários. Isso vai além de não fazer falsas promessas, já que envolve também a redução de expectativas, a exposição dos reais direcionamentos que a empresa tem tomado, bem como as estratégias por trás dos projetos executados pelos membros de sua equipe.

Participe do cotidiano de trabalho da equipe

Pouco adianta ser chefe e apenas delegar tarefas. É preciso conhecer de perto o cotidiano de trabalho da sua equipe para ter real empatia por seus funcionários — e eles por você! Assim, carências que antes passavam desapercebidas são descobertas, o trabalho em equipe é estimulado — afinal, até o chefe está colocando a mão na massa! — e seus funcionários passam a ter um maior incentivo no quesito produtividade. Aproveite também para estimular a Inteligência Emocional da sua equipe por meio destas dicas aqui. Assim você terá funcionários mais competentes trabalhando a seu redor e consequentemente diminuirá o número de crises institucionais no time.

Reconheça suas próprias falhas e deficiências

Engana-se quem pensa que um verdadeiro líder de equipe não pode apresentar falhas ou reconhecer seus fracassos. Muito pelo contrário, sua equipe passa a confiar mais em seu trabalho quando você demonstra suas incertezas, dúvidas e falhas. Essa é uma forma de conseguir mais empatia de seus funcionários, que perceberão o fracasso também como uma oportunidade de aprendizado conjunto e de trabalho em equipe.

Evite surpresas nas reuniões

Bons chefes evitam surpresas desagradáveis, colaborando para que seus funcionários estejam sempre preparados para as situações do dia a dia. E uma das formas de colocar isso em prática é organizando com a devida antecedência os temas de pauta para as próximas reuniões. Assim, ao saber exatamente o que será tratado no próximo encontro de equipe, seus funcionários poderão se preparar para demonstrar resultados, evidenciar dificuldades e reconhecer falhas de execução. Dessa forma se evita constrangimentos desnecessários, bem como silêncios constrangedores e falta de produtividade.

Avalie o desempenho da equipe como um todo

Por mais que o desempenho de cada funcionário deva ser analisado por meio de avaliações periódicas de performance, é preciso também verificar como anda a equipe como um todo. Isso significa que o chefe deve considerar e avaliar o desempenho do grupo, sua sinergia no dia a dia da empresa, a cooperação na execução dos projetos, bem como o trabalho em equipe nos momentos de crise. Todos esses aspectos denotam a real situação de seu time e, quando observados, podem acarretar ações concretas de melhora. Isso gera mais confiança e motivação para superar obstáculos no âmbito do time.

Pronto para colocar essas dicas em prática no cotidiano da empresa e aproveitar os benefícios dessa estratégia? Você vai ver como sua equipe de trabalho se tornará mais produtiva e terá mais motivação para seguir seus passos! Tem outras sugestões sobre como inspirar confiança em sua equipe? Deixe sua contribuição nos comentários! Participe!

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest

Posts Relacionados

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 15% do brasileiros – 30 milhões de pessoas – sofrem com a dor. Ou seja, precisamos realmente prestar atenção nos sintomas dessa condição e nas causas emocionais que podem influenciar seu surgimento.

Leia Mais ►

Pesquisar online uma reação física qualquer é algo fácil, até automático, certo? Porém, essa “curiosidade” tem limite e quando ele é ultrapassado, surge a hipocondria.

Leia Mais ►

A interação entre fatores genéticos, ambientais e psicológicos podem levar ao desenvolvimento dessa doença silenciosa. Porém, são os fatores psicológicos e emocionais que funcionam como um gatilho para o transtorno vir à tona.

Leia Mais ►

Inscreva-se para receber nossa newsletter